Categoria: Beleza

Banho de lua

Banho de lua

Leia também: Banho de Lua o que usar

‘Tomo banho de lua / Fico branca como a neve…’ Esta música está cada vez mais fora de moda, já que estamos no verão e a pele bronzeada está totalmente em alta. Nos dias de hoje, banho de lua nada tem a ver com manter a pele branquinha, mas sim em fazer com que os pêlos do corpo que não depilamos fiquem loirinhos e sensuais.

Você ainda não foi apresentada à ela? Pois saiba que os banhos de lua são tratamentos especiais multifuncionais: além de deixarem a pele mais macia, promovem uma super hidratação e clareiam os pêlos sem que seja preciso ficar torrando ao sol. O rosto é a única parte na qual esta técnica não se aplica, já que a descoloração desta área não é recomendada.

Funciona assim: primeiro a esteticista aplica um esfoliante natural em todo o corpo, fazendo uma massagem que ajuda a deixar a pele realmente lisa. Depois de um banho, a profissional aplica um descolorante que deixa os pêlos clarinhos e mais finos (é necessário fazer a prova do toque antes para evitar reações alérgicas). Mais outro banho e é a vez do creme de hidratação profunda, que é aplicado seguido de outra massagem, essa bem relaxante.

Parece bom, não é? E é bom mesmo! Assim você já chega na praia com os pêlos loiros, só se preocupando em deixar o bronzeado em dia. Existem muitos salões de beleza e clínicas de estética que oferecem este serviço que custa em média R$ 35. Também é possível fazer o banho de lua em casa (alguns kits estão à venda nos supermercados e drogarias), mas certamente as massagens da esteticista farão falta.

Rotina de beleza: Pele radiante com óleos essenciais

Rotina de beleza: Pele radiante com óleos essenciais

Você que acompanha as postagens da Harmonie sabe que nós damos dicas ótimas para vários problemas físicos, mentais e vibracionais usando óleos essenciais. O objetivo hoje é te dar um combo de dicas. Vamos te mostrar como fazer uma rotina de beleza para cuidar da pele do seu rostinho usando como base apenas ativos naturais, nossos queridos óleos essenciais (OEs). Tudo passo a passo: Como limpar, hidratar, nutrir, tudo o que é necessário para sua pele ficar radiante por muito, muito tempo. Veja a seguir:

Passo 1 – Limpar
Maquiagem mal tirada e restos de poluição do ambiente são os principais responsáveis pelas alergias e pelo entupimento de poros. Isso leva ao aparecimento de cravos, espinhas, vai acabando com a saúde da sua pele e a deixa cheia de marquinhas indesejadas.

Nessa etapa o necessário é remover as impurezas da pele, mas sem agredi-la. Para isso usaremos produtos naturais e simples. Os OEs não entrarão no processo ainda, já que essa etapa é de remoção.

→ Remover a maquiagem
Um segredo: Creme neutro é um ótimo removedor de maquiagem. Por conter partículas oleosas, ele recolhe os restinhos de base, sombra, pó, tudo. E isso sem agredir os olhos e muito menos a pele.

A base vegana de creme neutro da Harmonie é uma opção ótima para exercer esse papel. Coloque um pouquinho dela pura em um algodão e passe no rosto, removendo todo o excesso da maquiagem.

→ Lavar o rosto
O ar, principalmente nas cidades maiores, é cheio de partículas de sujeira, que vão se depositando em qualquer superfície. A superfície encontrada muitas vezes é o nosso rosto, que está sempre de fora, disponível. Por isso é tão importante limpar bem a pele do rosto, mesmo que você não use maquiagem diariamente.

Use um sabonete neutro o mais natural possível, para evitar ressecamento. Idealmente ele deve ter surfactantes de origem natural em sua fórmula, como o Sodium Cocoyl Glutamate, proveniente do coco. A base vegana de sabonete neutro da Harmonie possui essa característica.

Fuja dos sabonetes líquidos que contenham Sodium lauryl ether sulfate e derivados. Eles produzem espuma abundante, porém ressecam muito a pele e são potenciais alergênicos. Evite também os derivados de petróleo, como o óleo mineral, que cria uma falsa sensação de hidratação na pele, mas obstrui os poros, piorando a situação da pele.

Lave bem o rosto com sabonete líquido e água em abundância. Seque sem esfregar a toalha, pressionando-a de leve na pele, para evitar irritação e descamação.

Passo 2 – Tonificar
Esse é um passo que pouquíssimas pessoas fazem, mas deveriam. O tônico revitaliza, fecha poros, equilibra o pH e prepara a pele para a hidratação. Tônicos devem refrescar sem ressecar, seu objetivo é trazer equilíbrio para a pele e prepará-la para a ação do hidratante.

Para exercer essas funções o tônico deve ter poder adstringente, ou seja, deve fechar os poros, para evitar que entrem partículas de sujeira. Essas partículas, quando conseguem entrar nos nossos poros, causam pequenas inflamações e se tornam cravos e espinhas.

Ser adstringente não significa que ele deve arder ao ser aplicado, que é o que acontece com alguns adstringentes que você possivelmente já experimentou.

Vamos te mostrar um tônico que já apareceu aqui no blog e é um dos nossos queridinhos: A água da Rainha da Hungria. Vale dar uma relembrada na história desse tônico milagroso. Ele faz maravilhas pela nossa pele e é super fácil de fazer:

→ Água da Rainha da Hungria

10 mL de álcool de cereais
7 gotas de OE de alecrim
5 gotas de OE de hortelã pimenta
3 gotas de OE de eucalipto
90 mL de água termal ou água destilada

Acrescente os óleos essenciais no álcool de cereais, misture, e em seguida adicione a água. Coloque em um frasco com spray e passe no rosto uma ou duas vezes por dia.

Leia também: Óleo de baobá funciona

Passo 3 – Tratamento profundo
Aqui entram os chamados séruns. Eles contêm ativos concentrados, usados para tratamentos em pontos específicos do rosto, como na área dos olhos ou dos lábios, olheiras, marcas de expressão, etc. Fornecem nutrientes como os antioxidantes e são responsáveis por regenerar a pele. São mais concentrados e penetram mais fundo que os hidratantes. Podem ser usados também como tratamento preventivo para sinais da idade.

→ Sérum para a área dos olhos
10 mL óleo vegetal de rosa mosqueta
3 gotas de OE de patchouli
2 gotas de OE de alecrim
1 gota de OE de erva doce

Coloque os ingredientes em um frasco de 10 mL com aplicador roll-on e misture bem. Aplique todas as noites em volta dos olhos e em marquinhas de expressão em outros locais do rosto, como na testa ou em volta da boca. Faça uma massagem rápida no local com as pontas dos dedos para aumentar a absorção dos OEs.

Passo 4 – Hidratar
Hidrate seu rosto usando um creme hidratante, gel com adição de óleos vegetais, ou os próprios óleos vegetais puros. Há óleos que são facilmente absorvidos e podem ser usados até por quem tem pele oleosa, como o de Açaí e o de Rosa Mosqueta. Ideal é testar e perceber qual produto se adapta melhor à sua pele. O rosto precisa ficar hidratado, mas não deve estar pegajoso e úmido ao se passarem alguns minutos.

Você pode (e deve!) turbinar esse momento da hidratação usando OEs. Mas nesse caso em que a hidratação será feita no rosto inteiro, uma área maior, a proporção de OE na fórmula deve ser menor do que no sérum. O recomendado é entre 0,5% e 1,0%, uma quantidade suficiente para trazer benefícios reais, mas sem super dosagem. A personalização pode ser feita pensando em sanar algum problema como acne (já falamos dela nesse super post aqui), ou para aprofundar a hidratação, regenerar a pele e mantê-la viçosa, como nessa receita a seguir:

→ Hidratante diário revitalizante
30g base vegana de creme neutro OU 30 mL óleo de rosa mosqueta OU 30g de base vegana de gel neutro com 20 gotas de óleo vegetal de açaí.
3 gotas de OE de patchouli
2 gotas de OE de lavanda

Misture todos os ingredientes e acondicione em uma embalagem limpa, preferencialmente de vidro.

Preparamos pra você também um infográfico com um resumo prático de todas essas informações, pra ter a mão sempre que bater uma dúvida.

Conforme sua experiência e de acordo com as respostas da sua pele, vá criando a sua rotina de cuidados com o rosto. Coloque ou tire etapas, encontre os melhores horários, teste novas bases. Só não deixe de usufruir dos benefícios dos óleos essenciais na sua pele. São cuidados pequenos que ao longo do tempo farão muita diferença na saúde e beleza do seu rosto.

Encontre todos os óleos essenciais e outros produtos citados aqui na loja virtual da Harmonie.

Se você já mantém na rotina algum dos passos que falamos aqui, divide com a gente, conta os benefícios que você está percebendo. Se tiver alguma outra dica que possa ajudar outras pessoas, comenta também. Vamos dividir conhecimento e experiências pra aumentar essa rede do bem!

Esse assunto despertou sua vontade de intensificar os cuidados com a pele? De 26/07 a 08/08/17 estarão abertas as inscrições para a nova turma do curso de Cosmetologia Natural, com vagas limitadas! Se você deseja fazer cremes hidratantes, géis, shampoo, sabonete líquido, e cuidar da sua pele de forma natural, fazendo seus produtos de beleza desde o começo, conhecendo cada matéria prima, esse é o momento! Clique nesse link e se inscreva.

Limpeza de pele: quando é necessário fazer?

Limpeza de pele: quando é necessário fazer?

Fazer limpeza de pele pode parecer apenas um procedimento estético básico, que pode ser realizado em casa ou a qualquer momento. No entanto, existem cuidados a serem tomados na hora de ir ao esteticista.

Leia também: limpeza de pele funciona

“A necessidade de limpeza de pele é variável, depende do tipo de pele e da fase de vida da pessoa. Por exemplo, uma pessoa com pele muito oleosa ou com muitos cravos necessitará fazer limpeza de pele com mais frequência do que uma pessoa com pele normal ou seca”, analisa Meire Gonzaga, dermatologista do Hospital Assunção, da Rede D’Or São Luiz.

A limpeza é comumente indicada para quem tem problemas com cravos, sejam eles abertos (aqueles pontinhos pretos) ou fechados (os pontinhos brancos), ou mesmo para quem deseja remover células mortas da pele.

Atividade física rejuvenesce a pele, diz estudo
Como tirar estrias? Entenda o problema de pele e livre-se dele
Óleo de argan: para que serve e como utilizá-lo no cabelo e na pele
Adriano Loyola, assessor do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia, alerta também para o cuidado em realizar uma limpeza de pele em crianças. “Não existe uma idade certa para iniciar, mas geralmente na adolescência, entre 12 e 13 anos, os hormônios sexuais começam a causar aumento do sebo pelas glândulas sebáceas, provocando o aparecimento de cravos e espinhas.”

Cuidados com a limpeza de pele
Ao realizar uma limpeza de pele, é necessário que se use diversos cosméticos, por isso é comum que algumas pessoas tenham reações alérgicas. “É importante escolher um profissional confiável para garantir minimamente que os produtos usados sejam de qualidade e o risco de uma alergia ou dermatite diminua ainda mais”.

Reações leves, como coceiras, ardor ou ressecamento costumam ocorrer em mais de 10% da população adulta. O problema, para a dermatologista Joana Tebar Figueira, é que “o vasto uso de cosméticos e a falta de uma regulamentação precisa fazem com que seja difícil descobrir detalhadamente todos os componentes das formulações”.

Neste sentido, a recomendação, segundo Meire Gonzaga, é de que pessoas com rosácea ou que sejam muito alérgicas também devem evitar a limpeza de pele.

Confira abaixo 5 dicas dos especialistas para manter a pele saudável em seu dia a dia:

Faça a exfoliação da pele com um sabonete indicado para remover os cravos mais superficiais.
Mantenha a pele sempre limpa. Veja com um dermatologista qual o seu tipo de pele e invista no uso de tônicos e sabonetes específicos para ela.
Deve-se evitar a lavagem excessiva do rosto — não mais que duas vezes ao dia –, pois lavar repetidas vezes também pode ocasionar um efeito rebote, aumentando ainda mais a oleosidade facial.
Para as mulheres, é bom evitar dormir com maquiagem, pois os cosméticos obstruem os poros, e o rosto rapidamente enche-se de cravos e mílios.
Utilize filtro solar diariamente. Aplique-o pela manhã, antes de sair de casa, mesmo que o dia não esteja ensolarado.

Manteiga de cacau e lip balm protegem lábios durante outono

Manteiga de cacau e lip balm protegem lábios durante outono

Com a chegada do outono, os ventos frios podem deixar a pele ressecada e ainda castigar outras áreas sensíveis do corpo, como os lábios, que ficam rachados e com aspecto craquelado. Por isso, quem deseja passar pela estação com sorriso no rosto, deve apostar no uso da manteiga de cacau e do lip balm para manter a região hidratada e 100% protegida.

Leia também: Lábios ressecados como tratar

“A pele dessa área perde dez vezes mais umidade do que qualquer outra parte do corpo. Por isso, hidratá-los nesta estação é fundamental”, afirma Tatiana Oddo, dermatologista da Clínica Dhermis, de Niterói. Confira, a seguir, as funções, benefícios e principais diferenças entre a manteiga de cacau e o lip balm para não errar na hora da proteção.

Ideais no outono, manteiga de cacau e lip balm deixam os lábios nutridos e 100% protegidos Quando não são devidamente cuidados, lábios podem apresentar rachaduras e descamações Lubrificante natural, manteiga de cacau previne o aparecimento de lesões cutâneas e possui aroma agradável Formulados a partir de manteiga vegetal e cera de abelha, lip balm possui propriedades hidratantes e cicatrizantes Diferentemente do que muitos pensam, saliva não funciona como inibidor do ressecamento e pode até causar infecções
5 fotos
ver galeria
Ideais no outono, manteiga de cacau e lip balm deixam os lábios nutridos e 100% protegidos
Ideais no outono, manteiga de cacau e lip balm deixam os lábios nutridos e 100% protegidos
Foto: Shutterstock
Manteiga de cacau
Extraída da semente do cacau durante o processo de fabricação do chocolate, a manteiga é um tipo de gordura natural com propriedades hidratantes e emolientes – combinação de água, óleo e gorduras – que ajudam a recuperar o tecido da boca. “Além de ser lubrificante natural, o produto de beleza previne o aparecimento de lesões cutâneas, possui aroma agradável e dura muito tempo sobre os lábios”, esclarece Tatiana. Para conquistar esses benefícios, é indicado mantê-la sempre perto e aplicar a cada 30 minutos, já que não penetra profundamente na derme.

Lip balms
Formulados a partir de manteiga vegetal e cera de abelha, os lip balms (espécies de batom) são boas pedidas para quem deseja deixar a boca hidratada e livre de rachaduras. Com propriedades hidratantes e cicatrizantes, o produto cria uma camada protetora na superfície do lábio para selar a umidade e protegê-lo das agressões externas do ambiente, além de evitar a formação de “pelinhas” na região.

O item penetra mais na pele e pode ser reaplicado a cada hora. No mercado, há opções com diversas cores (mais suaves que as dos batons tradicionais), outras que oferecem brilho (mais discreto que o do gloss), além de incolores e opacas. Apesar das qualidades, o lip balm com fragância sintética e eosina (tipo de corante) na fórmula pode deixar a pele labial mais áspera e com aspecto rugoso.

Saliva, não!
Na falta de qualquer um desses cosméticos, muitas pessoas umedecem a boca com a saliva, ação que, ao contrário do que se imagina, agrava o ressecamento da região. Isso porque o fluido tem ácidos próprios que ajudam na quebra dos alimentos e podem causar irritações e até infecção. Por isso, para driblar a ausência dos cosméticos, a dica é ingerir muita água durante o dia para hidratar profundamente o tecido da boca.

Resenha: Óleo Corporal Na Pele – Salon Line

Resenha: Óleo Corporal Na Pele – Salon Line

Resenha Óleo Corporal Na Pele da Salon Line Carol Doria

Vocês não leram errado não, agora a Salon Line tem produtos para o corpo também. A marca é super conhecida pelos produtos de cabelo, principalmente para as cacheadas, mas agora tá apostando em produtos pra pele, e o óleo corporal é o primeiro deles.

Recebi essa novidade na Beauty Fair e de cara já gostei. Vocês que acompanham o blog já sabem que eu adoro óleo corporal e não fico um dia sem. Quando vi essa novidade eu super amei e tenho usado desde então.

O óleo corporal da Salon Line Na Pele é de amêndoas, colágeno e elastina, e é perfeito pra quem faz exercícios e tá em fase de dieta/reeducação alimentar, já que nessa fase a perca de peso as vezes vem com estrias, e os componentes desse óleo ajudam e muito. Além disso ele é indicado pra pele seca (a minha é extremamente seca e eu vi super diferença) e ele ainda tem ação desodorante.

Leia também: Óleo de rosa mosqueta

embalagem Óleo Corporal Na Pele da Salon Line Carol Doria

Composição Óleo Corporal Na Pele da Salon Line Carol Doria

Eu gosto de usar após o banho, seco o corpo e passo no corpo inteiro. Além de sentir a pele hidratada, o cheirinho é incrível e fica o dia todo. Ele também dá um brilho saudável a pele, e é absorvido rapidamente, não escorre nem deixa a roupa melecada.

A embalagem é de plástico e tem bico dosador pra despejar as gotinhas na mão. Eu costumo usar umas 5 gotas por região do corpo e ele durou bastante. Usei essa embalagem de 100 ml de Setembro até agora e achei que durou bastante. O melhor é que ele não é testado em animais! <3

Peeling Caseiro

Peeling Caseiro

Noivinhas, tudo bem?

Vi em alguns sites umas dicas bem legais e barata$! Minha mãe tem usufruido destes tratamentos caseiro e o resultado tem sido muito bom, eu vou iniciar o meu, pois quero estar com pele de bebê no meu grande dia!

O que é Peeling?
Peeling é um procedimento da medicina estética que utiliza dentre outras coisas o ácido tricloroacético para o clareamento da pele. Ele é capaz de proporcionar a renovação celular de forma progressiva estimulando a regeneração natural dos tecidos. O peeling pode ser a laser ou químico.

Leia também: Peeling Caseiro para acnes

As sementes da fruta são grandes e muito eficientes na diminuição dos efeitos relacionados à irritação e vermelhidão da pele, por serem ricas em ácidos graxos e Ômega 6.

Receita caseira: retire a polpa do maracujá, espalhe no rosto e lave em seguida. Procure usá-la duas vezes por semana.

Borra de café

O pó do café depois de usado possui propriedades clareadoras, firmadoras e esfoliantes para a pele.

Receita caseira: Pegue a quantidade de borra suficiente para espalhar por todo o rosto com movimentos circulares. Deixe agir por um minuto e depois enxague. Use duas vezes por semana. Dica da vovó: Ótimo para suavizar as marcas de estrias.

Tomate

Fundamental para a hidratação da pele ele além de hidratar reduz a oleosidade.

Receita Caseira: Corte um pedaço de tomate, amasse a parte interna e com a polpa que se formar passe-a sobre o rosto, deixe agir por três minutos e depois enxague. Esse peeling pode ser usado todos os dias.

Além dessas dicas, cuidados do dia a dia também são essenciais para manter a pele com uma aparência bonita e saudável. Preocupar-se em diariamente usar protetor solar, hidratar a pele e jamais dormir maquiada. Lembre-se sempre que sua alimentação também influência diretamente na sua pele, então evite comidas gordurosas e beba bastante líquido.

Cirurgia de Bichectomia: o que é, riscos, antes e depois, valor,

Cirurgia de Bichectomia: o que é, riscos, antes e depois, valor

Entra ano, sai ano, e novos procedimentos estéticos ganham repercussão e fama na mídia, por serem os queridinhos das famosas.

Em pouco tempo, uma legião de pessoas, principalmente mulheres, já estão buscando clínicas e profissionais que realizam tal procedimento. Com a bichectomia não foi diferente!

O que é bichectomia?
A bichectomia, ou lipoplastia facial, é um procedimento cirúrgico de retirada parcial da bola de Bichat, que é um tecido gorduroso. Essa remoção faz com que as bochechas fiquem menores, resultando em uma aparência de rosto mais fino e alongado.

Apesar de ser um tecido adiposo, as bolas de Bichat não participam como fonte de energia para o corpo, assim elas não respondem ao emagrecimento. Ou seja, mesmo que você perca peso e diminua a quantidade de gordura, elas continuarão lá, intactas.

O procedimento comumente é praticado pelo dentista. Porém, existe bastante controvérsia se este seria o profissional mais indicado para realizar o processo.

Na resolução de nº 1950/2010, o Conselho Federal de Medicina, juntamente com o Conselho Federal de Odontologia, estabelecem, dentre outras questões, que procedimentos estéticos na região buco-maxilo-facial e crânio-maxilo-facial devem ser feitos por médicos.

No entanto, a cirurgia no Brasil está amplamente difundida como uma prática do dentista, não havendo qualquer complicação legal para o profissional.

Além disso, ao contrário do que muita gente pensa, a bichectomia não é um assunto recente. Os principais trabalhos na área começaram no final da década de 80, com o cirurgião plástico Mexicano Guerrero Santos, em artigo publicado em 1989.

No entanto, o “boom” se deu entre 2015 e 2016, e desde então vem se mantendo em alta. Alguns famosos que se submeteram ao procedimento, como o cantor Buchecha (da dupla Claudinho e Buchecha) e a cantora Ludmilla.

Outros, não declararam já terem passado pela operação, mas há especulações sobre, como é o caso de Angelina Jolie e Juliana Paes.

Índice – neste artigo você vai encontrar as seguintes informações:

O que é bichectomia?
O que são as bolas de Bichat?
Para que serve a bichectomia?
Como é feita?
Para quem é indicada?
Contraindicações
Cuidados antes da cirurgia
Como é a recuperação?
Resultados
Bichectomia envelhece?
Fotos: antes e depois
Quais os riscos de fazer bichectomia?
Qual o valor?
Perguntas frequentes
O que são as bolas de Bichat?
As bolas de Bichat, ou corpo adiposo bucal, são um acúmulo de gordura que fica localizado na região das bochechas.

Ainda não há um consenso de qual é sua real função no corpo humano, mas acredita-se que elas possuem papel fundamental no processo de amamentação. Elas seriam responsáveis por impedirem que a mucosa da boca encoste uma na outra durante o processo de sucção do bebê.

Ao mesmo tempo, estão localizadas próximo a estruturas importantes da região da face, como ramos terminais do nervo facial e vasos sanguíneos.

Leia também: Bichectomia o que é

Para que serve a bichectomia?
A principal função do processo é a remoção das bolas de Bichat, com o objetivo que assim a zona das bochechas fique mais “magra”, deixando o rosto como um todo mais fino e alongado.

Além dessa finalidade, a cirurgia é recomendada para aquelas pessoas que apresentam traumas na mucosa da bochecha. Isso ocorre, normalmente, porque a bochecha é muito grande e então o paciente acaba mordendo a região, o que fica evidenciado pelo aparecimento de uma linha branca e bem marcada no interior da boca.

Como é feita?
A bichectomia é uma cirurgia bem simples que dura entre 30 minutos e 1 hora para ser realizada. A cirurgia deve ser feita com anestesia, seja ela local ou geral, porém o uso de sedação não é uma regra.

E a escolha de qual anestesia será utilizada sempre dependerá das condições em que o paciente se encontra.

O corte é feito na área interna da boca, acima do segundo molar superior, e costuma ter uma extensão entre 1 e 4 centímetros.

Ao pressionar o lado externo da bochecha, o cirurgião fará com que a gordura atravesse o corte. Na sequência, uma pinça é utilizada e é nesse momento que a bola de Bichat é removida.

Após a remoção, o profissional irá costurar o corte, não deixando cicatriz externa, apesar de internamente o paciente ser capaz de sentir — isso desde que o procedimento seja feito de maneira adequada.

Os pontos feitos para o fechamento do corte podem ser do tipo absorvíveis e, portanto, não precisam ser retirados. Já no caso dos pontos normais, a remoção deve ser feita 7 dias após o procedimento.

Para quem é indicada?

A cirurgia de bichectomia é indicada para pessoas que possuem o rosto muito arredondado, bochechas muito grandes, o volume do rosto pouco definido e, é claro, que se incomodam com essas características.

Há também aquelas que não possuem definição na mandíbula e apresentam um pouco de gordura na papada e no pescoço, assim acabam não tendo o ângulo da mandíbula.

Esse dois “biotipos” de pacientes são os que mais se beneficiarão com os resultados que a bichectomia pode causar.

Homens podem fazer?
Apesar da bichectomia ser mais procurada por mulheres, principalmente pelo apelo estético, o procedimento também pode ser realizado em homens e o processo é exatamente igual, isso porque todos os seres humanos possuem as bolas de Bichat.

Dessa maneira, assim como ocorre com as mulheres, os homens também devem passar por uma avaliação do cirurgião para que ele possa identificar se há necessidade ou indicação para a realização do procedimento.

Contraindicações
O profissional que irá realizar a cirurgia deve avaliar o formato do rosto do paciente para saber se deve ou não fazer a cirurgia. Normalmente, rostos mais alongados e que já são mais “magros” por natureza, não necessitam de cirurgia.

Existem outras condições que podem impedir que as pessoas passem pelo procedimento cirúrgico:

Pessoas que passam por radioterapia e quimioterapia;
Infecções locais ou sistêmicos;
Cardiopatias severas;
Pacientes sistemicamente não compensados;
Deficiência de fatores de coagulação;
Problemas hepáticos e renais grave;
Dificuldade em alcançar;
Pessoas menores de idade;
Mulheres grávidas.
Além disso, dois aspectos devem ser avaliados pelo médico antes da realização da cirurgia:

Hipertrofia do músculo masseter
A hipertrofia do músculo masseter pode causar uma aparência de rosto mais largo. Se esse for o caso, é possível fazer outro tipo de procedimento.

Como esse músculo se localiza atrás das bochechas, a bichectomia pode dar um resultado limitado, assim pode não atender as expectativas do paciente.

“Maçãs do rosto” evidentes ou grandes
É importante destacar que a bichectomia não “cria” maçãs do rosto para aqueles que se submetem à cirurgia. O que ocorre é que o procedimento pode realçar essa região.

Cuidados antes da cirurgia
Ao se consultar com o médico, é normal que ele precise saber de algumas informações antes da realização do procedimento, como por exemplo quais são os medicamentos que vocês está tomando.

Além disso, ele também irá te informar sobre como a bichectomia será realizada, desde a incisão até a extração das bolas de Bichat.

Também faz parte do pré-operatório a solicitação de exames de sangue — glicemia, coagulograma e hemograma completo — ou até mesmo físico, tudo isso para se certificar que a saúde do paciente permite uma operação.

Como é a recuperação?
Como a bichectomia é um procedimento bem simples, a recuperação também não possui grandes complicações.

Assim que o paciente sai do consultório, o recomendado é fazer compressas de gelo nos 2 primeiros dias para que o rosto não fique muito inchado, embora o inchaço seja normal, juntamente com o aparecimento de hematomas e dor.

No primeiro e segundo dia, a alimentação do paciente deve ser majoritariamente líquida, sendo permitida a incorporação de papinhas e alimentos que não demandem muita força na hora da mastigação.

Também é importante o uso de faixas de compressão faciais, que devem ser utilizadas por 3 dias, a fim de diminuir o edema e evitar hematomas.

A recomendação geral é de que o repouso seja feito nos 2 primeiros dias e o paciente não faça muito esforço nos 7 primeiros dias.

Além disso, o paciente poderá utilizar medicamentos prescritos pelo profissional que fez a operação, normalmente anti-inflamatórios e analgésicos para dor.

Vale lembrar que é necessário muito cuidado no momento de escovação dos dentes para que a higiene bucal seja mantida, evitando, assim, infecções.

O que não fazer no pós-operatório?
Muitas pessoas ficam em dúvida do que realmente pode e não pode ser feito logo após o procedimento cirúrgico. Então confira aqui algumas atividades que são contraindicadas:

Fazer atividades físicas, como academia, crossfit e etc.;
Levantar peso nos primeiros dias;
Falar excessivamente nas primeiras 48 horas;
Ingerir alimentos muito quentes nas primeiras 48 horas.
Resultados

Quando o assunto é procedimento estético, é sempre importante ter em mente que nenhuma cirurgia faz milagre e que, às vezes, as pessoas depositam muita expectativa e acabam se frustrando com o resultado.

Então conheça quais são as os resultados possíveis da bichectomia:

Afinamento da região inferior às maçãs do rosto e assim, definindo um pouco mais o ângulo da mandíbula;
Realce e definição das maçãs do rosto.
O resultado é imediato?
Nos primeiros 5 dias após a cirurgia o inchaço facial é bem evidente. Conforme os dias vão passando, o rosto volta a ter as características que já possuía antes da cirurgia.

O resultado do procedimento em si é lento e gradual, demorando entre 3 e 6 meses para que o rosto fique com o formato adequado. No entanto, os primeiros resultados podem ser vistos no primeiro mês após o procedimento.

Bichectomia envelhece?
Com a popularização da bichectomia, uma discussão imensa foi criando corpo no que diz respeito aos seus resultados a médio e longo prazo.

É de conhecimento da comunidade científica que as bolas de Bichat são maiores na infância e vão diminuindo conforme o processo de envelhecimento. Por isso, os bebês, em geral, são muito mais bochechudos e no decorrer do crescimento perdem um pouco essa característica.

Seguindo essa lógica, alguns médicos afirmam que a remoção das bolas de Bichat pode acelerar o envelhecimento, ou acentuar as características desse processo. Isso porque essa gordurinha facial também seria responsável, então, por dar sustentação ao rosto.

Porém isso aconteceria somente em pacientes em que a cirurgia de bichectomia não é indicada — aqueles que já possuem rostos magros e outras condições já explicadas acima.

Em geral, como o procedimento se popularizou recentemente, os resultados ainda não puderam ser avaliados, mas a previsão de alguns médicos é que dentro de alguns anos muitas pessoas que fizeram a bichectomia estarão se submetendo a novos tratamentos estéticos.

Estes serão para (re)preencher o “buraco” deixado pela ausência das bolas de Bichat, com o intuito de disfarçar o envelhecimento precoce.

No entanto, há médicos que discordam que essas estruturas tenham funções de sustentação e portanto não teriam influência alguma no processo de envelhecimento facial.

Fotos: antes e depois
Separamos algumas fotos de famosas para que você possa ver os possíveis resultados que a cirurgia de bichectomia pode gerar. No entanto, é importante ressaltar que algumas celebridades nunca se manifestaram sobre o fato de terem ou não se submetido ao procedimento.

Porém, especialistas afirmam que é possível deduzir que elas realizaram a bichectomia ao comparar fotos recentes com outras mais antigas.

Biotina

Biotina

Leia também: o que é Biotina

Histórico: em 1916, Bateman observou que ratos alimentados com clara de ovo como única fonte de proteínas desenvolviam desordens neuromusculares, dermatite e perda de cabelos. Esta síndrome poderia ser prevenida caso se cozinhasse a clara ou se fosse acrescentado fígado ou levedura à dieta. Em 1936, Kögl e Tönis isolaram da gema do ovo uma substância que era essencial para o crescimento da levedura e a denominaram de biotina. Depois, verificou-se que esse fator e aquele que prevenia a intoxicação da clara de ovo cozida eram o mesmo.

Sinônimos: vitamina B8. Da biotina existem 3 variantes que são a biocitina, a lisina e o dextro e levo sulfoxido de biocitina. São úteis para o crescimento de certos micro organismos e sua utilidade para o homem não é conhecida.

Doses diárias recomendadas: 100 a 200 microgramas.

Principais fontes: carnes, gema de ovos, leite, peixes e nozes. A biotina é estável ao cozimento.

Principais funções: função importante no metabolismo de açúcares e gorduras.

Manifestações de carência: muito raras e praticamente só aparecem se houver destruição das bactérias intestinais, administração de antimetabólicos da biotina e alimentação com clara de ovo crua para que aconteça a carência de biotina. Nestes casos surgem glossite atrófica, dores musculares, falta de apetite, flacidez, dermatite e alterações do eletrocardiograma. Pessoas que se alimentam por longo tempo somente de ovos crus têm apresentado estas manifestações. Pessoas alimentadas por via parenteral também podem apresentar sinais e sintomas de carência de biotina. As lesões da pele caraterizam-se por dermatite esfoliativa severa e queda de cabelos que são reversíveis com a administração de biotina.

Crianças com seborréia infantil e pessoas com defeitos genéticos são tratados com doses de 5 a 10 mg/dia de biotina.

Manifestações de excessos: grandes doses de biotina podem provocar diarréia.

Fonte: www.fisioquality.com.br

VITAMINA H
Faz parte do complexo B
Sinonímia: vitamina B7, biotina.

FUNÇÃO
É uma vitamina sintetizada por bactérias. Ela serve como transportador de dióxido de carbono ativado. A deficiência espontânea de erotina ocorre raramente, se ocorrer em seres humanos à necessidade diária é pequena, e os micróbios intestinais sintetizam quantidades suficientes, que podem ser absorvidas sem fontes nutricionais adicionais. A clara de ovo contém uma proteína chamada de avidina, que se liga a biotina muito fortemente (muito ativamente). O cozimento da clara de ovo desnatura a avidina e abole a atividade de ligação à biotina. A biotina tem a capacidade de neutralizar o efeito tóxico da clara de ovo cru, combinando-se neutralizando o efeito da assim chamada avidina, que é uma secreção da mucosa do oviduto da ave. Funciona no metabolismo das proteínas e dos carboidratos. Ajuda no tratamento preventivo da calvície. Acalma as dores musculares. Alivia a eczema e a dermatite. Mantém a pele e sistema circulatório saudáveis. Quebra gorduras e proteínas. Papel importante no crescimento de cabelos. Ajuda no trabalho das outras vitaminas B, antidermático.

CLASSIFICAÇÃO
Hidrossolúveis.

METABOLISMO
A biotina ingerida na alimentação é absorvida pelo intestino delgado, sendo logo em seguida encontrada no sangue e nos tecidos. A pele é especialmente rica em biotina. A biotina é eliminada em parte da urina, e em parte pelas fezes. É impossível diferenciar nas fezes a biotina ingerida e a biotina sintetizada pela flora intestinal, sendo que as quantidades excretadas pelas fezes diariamente poderiam representar o dobro ou até o quíntuplo das quantidades ingeridas.

DEFICIÊNCIA
Depressão, sonolência, dores musculares, anorexia, descamação da pele, distúrbios cutâneos (dermatite esfoliativa). Conjuntivite, lassidão. A síndrome da deficiência expontânea no homem tem sido observada em indivíduos que consumiram claras de ovo cruas durante longo tempo.

EXCESSO
A biotina é tolerada pelo homem sem efeitos colaterais, mesmo em doses altas.

FONTES
Fígado e rim de boi, gema de ovo, batata, banana, amendoim.

Fonte: vitaminas.netsaber.com.br

O terceiro componente do Max Burn, a biotina (os outros dois são phisilium e quitosana) é chamada por uns de vitamina B8, e por outros de vitamina H (fora os que a chamam de vitamina B7). Funciona diretamente no metabolismo da pele, das unhas e do cabelo, proporcionando a construção destes tecidos a partir dos carboidratos e das proteínas ingeridas.

Onde encontrar na natureza
O corpo humano não é capaz de sintetizar a biotina, por isso devemos consumir alimentos ricos nessa vitamina, tais como:

pólen de flores;
gérmen de trigo;
levedo;
laranja;
alfafa germinada;
nozes;
melão;
iogurte;
soja;
gema de ovo;
suco de espinafre;
abacate;
aveia.
Biotina e queda de cabelo
A biotina se tornou bastante famosa depois que a televisão começou a mostrar depoimentos de celebridades que disseram estar combatendo com sucesso a queda de cabelo ingerindo doses diárias de biotina.

Biotina para emagrecer
Embora não seja a função na qual a biotina é mais eficiente, ela pode ser utilizada nos tratamentos para emagrecer, por atuar diretamente no metabolismo dos carboidratos e das proteínas.

Entretanto, o principal benefício de ingerir biotina durante a dieta de emagrecimento diz respeito justamente à acelerada regeneração da pele (que tende a ficar flácida com a eliminação das gordurinhas extra). Além do mais, quem não quer ficar com cabelos e unhas fortes, brilhantes e bonitos?

Varizes

Varizes

As varizes são veias superficiais dilatadas, volumosas e alongadas que se formam por causa da má circulação sanguínea do organismo e de alguns fatores que influenciam tais formações como alterações hormonais, hereditariedade, obesidade, traumatismo, sedentarismo e outros. Como são superficiais se localizam no tecido subcutâneo ou no território intradérmico, podendo ser facilmente vista e tocada.

Além da aparência azulada e indesejável que as varizes provocam, induz ainda a sensação de queimação, inchaço, coceira, câimbras, fadiga no membro afetado e podem influenciar no aparecimento de pequenas veias avermelhadas. Apesar das varizes ocorrerem em diversas partes do corpo, se manifesta na maioria dos casos nas pernas.

Leia também: Varicell preço

Apesar de poder ser diagnosticada pela pessoa que possui as varizes, o médico quando procurado realiza exames para verificação do fluxo venoso superficial e profundo para a verificação do problema. É importante o auxílio médico quando aparecerem as primeiras varizes, pois o mesmo pode verificar (como já dito) as causas da formação, podendo bloquear novos aparecimentos ou retardar os mesmos. O tratamento para tal complicação pode ser feito por meio de cirurgia, utilização de meias de compressão, escleroterapia e laser. Existem alguns hábitos que podem evitar ou ainda retardar o aparecimento das varizes como atividades físicas, a utilização de meias de compressão para melhorar a circulação, a manutenção do peso corpóreo, alimentação saudável rica em fibras e evitar o fumo.